segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

RAIOS E TROVÕES

Estou aqui no meu sofá esperando meu cliente
o dia foi muito quente
e agora a noite trovodas muito fortes e assustadoras
esqueci a porta aberta
choveu e molhou aqui dentro
meu cliente telefou-me
disse para aguardar
caiu raio na rede elétrica dele
e está tudo confuso lá
estou esperando
meu cachorro dentro da sala cheio de medo
será que vou fuder hoje ?
ou ficar olhando para trovões.
Domingo estou embarcando para Fortaleza, estarei atendendo um cliente lá.
Passarei uma semana com ele.
Ele já me enviou as passágens e um valor em dinheiro caso precise entre um voo e outro.
Estou anciosa pois falamos sobre tudo, mas suas preferencias sexuais ainda são um mistério para mim.
O Sueco é presença constante em meus e-mais, e sinto falta se caso ele não escreva, mas sempre escreve.
Já estamos programando o próximo encontro em Curitiba em poucosd meses.
Bom agora vou retocar minha maquiagem e colocar meu salto.
Tenho esperança que agora com a chuva e trovões amenizados meu cliente apareça..

Beijos

Gordinha Luxuria

sábado, 26 de janeiro de 2013

NADA CINZA TUDO COLORIDO


Fiquei surpresa com a quantidade de mulheres lendo um “certo livro”, fenômeno mundial, não precisei perguntar a respeito, todas as pessoas que me rodeiam e nem desconfiam da minha vida sexual ando disputando a tapa este livro...” ..fiquei sabendo que é algo quente, de fantasias femininas, ....me neguei a ler por achar que minhas experiências superavam qualquer fantasia sexual melhor que a deste livro medilcre.
Tenho muitas histórias, todas sempre muito excitates..o problema é que o sexo vicia, o pecado é gostoso,e  teoricamente o errado é muito extimulante...anos 80 anos 90 ..época de prazeres sem pecado carnal, imaginávamos estar pecando sem estar realmente pecando.
Me surpreendo em saber que mulheres hoje tem que ler literaturas para poderem se excitar com maridos ou namorados...
Amores.... estou aqui..desejo vcs a cada instante, não preciso fantasiiar, só quero imaginar agente fudendo....que disperdício..vc aí e eu aqui.

 

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

ESPOSA LOIRINHA GOSTOSA


Estávamos os três dentro do quarto sem jeito, ela era linda, loira, cara de safadinha, corpo lindo.

Ele foi até o painel da cama trocar o som, ela encostada  ao balcão, sussurrei no ouvido dela que fizéssemos uma surpresinha para o marido dela, e beijei-a na boca, terminamos o beijo e ele nos olhava com admiração, eu e a esposa gostosa fomos em sua direção, beijamos as duas a sua boca, e eu me ajoelhei, tirei sua calça, sua cueca e coloquei seu pau na minha boca enquanto ela o beijava.

Em seguida ela veio ao meu encontro e juntas chupamos seu pau já muito duro, ele gemia muito, aproveitando a situação, acariciei os deliciosos seios dela, bem redondinhos e pequenos.

Ela estava de quatro na cama, vestida com uma pequena minissaia jeans, ele de pé na frente dela todo nu com seu cassete na boca dela, fui por trás dela, tirei sua calcinha fio dental e passei a língua em sua buceta lisinha e rosadinha.

Imediatamente ela virou de barriga pra cima, abriu suas pernas e então lentamente fui apreciar o gosto daquela bucetinha gostosa, ela gemia deliciosamente, ele não se acreditava no que via,era a fantasia de toda uma vida sendo realizada.

Curti o corpo dela milimetricamente, e revezava chupadas nela e em seu maridinho.

Juntas fomos chupar o pau dele, as duas peladinhas na cama de quatro e ele em pé... revezávamos beijos e deliciosas chupadas.

Ela ficou de quatro de bunda para ele, eu ao seu lado massageava sua bunda, beijava sua boca, acariciava seus seios deliciosos... então abri sua bundinha, passei a língua em seu cuzinho e presenciei aquele pau gostoso fudendo a loirinha gostosa.

Enquanto ele metia eu chupava ambos, hora o cassete dele hora a buceta e o cuzinho dela.

Ele revezava cu e buceta, ela gozou dando o cu pro maridinho, rapidamente virou e juntas fomos receber a porra do maridinho em nossas bocas.

Era a primeira aventura do casal, mas tenho certeza que não será a última, fomos tomar banho as duas juntas nos despedimos com promessas de novos reencontros.

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

TROVOADAS DE TESÃO


Na cama esperando ele sair do banho já estava bem excitada, ele realmente éra um gato, corpo bonito e conversa agradável.

A toalha enrolada na cintura escondeu por pouco tempo seu delicioso pênis, tirei sua toalha, eu sentada na cama sugava aquele pau enorme e bem depiladinho com muita gula, eu ainda vestida, a medida que engolia seu cassete ia me despindo, tentei coloca-lo inteirinho na minha boca, comecei a salivar na boca e na xota de tesão.

Deitamos na cama seus dedos fodiam minha buceta já muito molhada, beijos na boca, e algumas lambidas no seu corpo, chupei-o por mais tempo queria sentir todo aquele casetão gostoso na minha boca.

Deitou sobre mim esfregando seu membro teso no meu corpo, adorei o cassete dele, adorei a boca dele, adorei seu cheiro.

Pedi que me fode-se, queria muito aquele homem me comendo, fiquei de quatro e seu pau entrou fundo na minha xota, era uma delicia sentir ele todinho dentro desta bucetona, perguntou se poderia filmar ele comendo meu rabinho, pois havia lindo meu blog e se excitado com uma situação parecida, permiti.

Fiquei de ladinho esfregando minha bunda no pau dele, até que ele meteu tudinho no meu rabo,enquanto filmava, apesar de doer um pouco eu estava adorando sentir aquele cassete todo dentro de mim.
Uma enorme chuva comesou a cair lá fora, as trovoadas éram fortes, desligamos a música, e foder escutando aqueles trovões todos estáva muito gostoso, 6 horas da tarde, ruas cheias de água e transito louco e eu sendo fodida deliciosamente por aquele gato.

Fiquei de quatro novamente, seu pau fodia fundo meu cu, fiquei  de bruços, ele trepava literalmente em mim, metendo bem fundo....gozou no meu rabão....delicia.

Fomos para o segundo tempo, a foda se revezava entre boas socadas na minha buceta encharcada de tesão e no meu cu ardidinho mas cheio de tesão, algumas chupadas em seu cassete grosso, mais metidas....eu estava louquinha por aquele pau....o celular dele tocou...esposinha na linha.....gozou deliciosamente em cima da minha bunda e fomos embora, desejo realizado, filminho feito....e minha buceta querendo mais aquele macho.

sexta-feira, 2 de novembro de 2012

O FÃ


Por volta de uns dois anos atrás conheci um cara no msn, a conversa era agradável, nos vimos na cam e trocamos bastante informações a respeito um do outro, gostava de conversar com ele, mas com o passar do tempo a sua indecisão em querer sair comigo estava me desanimando, dizia ter desejo de sair mas, nada fazia para isto, cansei da situação e aos poucos a conversa foi esfriando, de tempos em tempos ele surgia com a mesma conversa queria sair mas temia pelo encontro, da minha parte não havia mais o que fazer a decisão era dele de marcar ou não o programa comigo.

Tempos depois ele voltou a me procurar, desta vez cansei da situação afinal ele não se desídia, muita conversa e pouca ação, estava cansada disto e resolvi excluir ele da minha lista de contatos, não tinha mais paciência para esta conversa.

Comecei a perceber que frequentemente alguém me adicionava com o mesmo papo, era ele apesar de fotos diferentes todas eram dele, voltava a bloquear e ele me adicionava em um novo msn, esta situação estava me deixando irritada, afinal me queria mas, não se resolvia, dizia ter medo  de eu ser como tantas outras garotas, grossas e sem conversa na hora H, o que eu poderia fazer para convence-lo que eu não era assim.

Sua insistência começou a me assustar, recebia diariamente mensagens pelo celular, convites para almoçar fora eram constantes, declarações de amor, de que sonhava comigo, de que tranzava com sua esposa pensando em mim. Eu procurava não responder suas mensagens para não incita-lo a continuar, mas meu silencio era em vão, suas mensagens continuavam por dias seguidos, várias vezes por dia, comecei a achar que estava lidando com um psicopata, estava realmente temerosa, afinal ele estava criando muita expectativa ao meu respeito, talvez criando um personagem.

Passou um tempo e ele se calou.

Esta semana recebi o convite de um rapaz, fez as perguntas habituais e marcou um programa para as 19 horas de quinta feira... tudo bem falei para me ligar um tempo antes que estaria tudo certo. A conversa continuou, perguntou se poderia ser em um certo motel, no qual não estou muito habituada a ir com meus clientes, mas tudo bem, isto não faz diferença para mim, daí um comentário dele dito da mesma forma com as mesmas palavras me fez ter certeza de que mais uma vez era ele...temerosa parei com a conversa.

Quinta feira o telefone toca, alguém bem objetivo marca o programa para as 19 horas, tudo certo, passei o endereço e na hora marcada a pessoa veio me buscar.

Entrei no carro, rapaz bonito, porem um pouco nervoso, a conversa foi rolando e conforme íamos nos afastando da minha casa ia tendo a impressão que já conhecia este rapaz, der repente quando ele tomou a direção do referido motel tive certeza que era ele, o rapaz que a meses me perseguia, resolvi continuar fazendo que não sabia quem ele era, achei que seria bom para ambos, ainda não tinha certeza com quem eu estava lidando.

Entramos no quarto e agora era a hora da verdade, ele estava muito tenso, sentei na cama ele veio para cima de mim, nos beijamos loucamente, era uma fome de tesão, ele com alguém que desejou há tanto tempo, e eu em uma situação extremamente excitante, sentia seu pau muito duro dentro das suas calças, ele ferozmente puxou meu vestido para baixo deixando meus peitos a mostra, chupou-os com muita gula, voltou a me beijar, puxou minha calcinha para o lado e enfiou seus dedos na minha buceta, seus movimentos eram agressivos, ele realmente estava sedento, pedi para tirar sua roupa, eu rapidamente arranquei as minhas, fui chupar seu pau, queria dar a ele o que ele tanto esperava de mim... muito prazer, ele enfiava seus dedos na minha buceta e no meu rabo, tinha que conte-lo algumas vezes para não me machucar, tamanho éra seu tesão em me fuder com os dedos.

Logo e sem dó meteu seu pau no meu rapo, metidas fortes , ele estava muito excitado, sentei em cima do pau dele e entre beijos e cavalgadas no cassete delicioso revelei que sabia quem ele era, falei para fuder bastante a putinha que ele tanto desejou e agora estava  possuindo.

Senti seu pau pulsando no meu rabo, saí de cima dele e ele meteu seu cassete na minha boca, a porra jorrou na  boca a ponto de quase me engasgar...porra gostosa.

Estávamos exausto, conversamos sobre tudo q havia acontecido, sobre suas mensagens sua perseguição, e a má impressão de que eu estava lidando com um psicopata passou completamente, o que existia agora era um enorme tesão, desejo de foder muito com ele e a certeza de que eu queria lhe dar muito prazer.

Fiquei sabendo que ele nunca havia até então, comido um rabinho, então dei meu cu novamente para ele, poucas metidas eram na buceta,.... e agora lembrando disto sinto tesão em foder com ele novamente...meu cuzinho estava todo ardidinho, mas o tesão em lhe dar prazer era maior, levei no rabo em todas posições possíveis, a  ultima foi eu de bruços, seu pau penetrava bem fundo no meu cu e poucas vezes sentia aquele pau gostoso na buceta....gozei

A hora do happy hour dele estava acabando, o cansaço e a sensação de prazer tomava conta de ambos.. fomos embora, com a dica de que agora ele não precisaria ficar me perseguindo, era só me chamar e fuder gostoso.

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

FODENDO COM A ESPOSA ASSISTINDO

O Contato foi feito por telefone com ela, marcamos para o dia seguinte pois naquela noite eu já tinha compromisso.

Fiquei a princípio desconfiada, pois geralmente são os homens que me ligam combinando, falamos rapidamente ao telefone, ela falou suas idades, ela 46 ele 27, e segundo ela eram casados, durante a ligação desconfiei desta versão, achei que era um casalzinho de amantes querendo fazer uma festinha diferente.

No dia seguinte eu estava vestida para matar, como ela havia me pedido, um pouco tensa é claro, mas muito excitada.

Foram pontuais ao me buscarem, entrei no banco de traz do carro, vi perfeitamente ela, mas ele apenas seu olhar pelo retrovisor, simpáticos e durante o percurso ao motel não falamos nada sobre o programa.

Chegamos no motel, ele foi para o banho, eu deitei na cama com ela e só então descobri que só rolaria sexo com ele, ela ficaria só nos observando, fiquei surpresa com esta informação e procurei saber o porque disto.

Ele jovem e muito fogoso, ela com problemas de saúde não podendo acompanhar seu amadinho na cama, resolveu oferecer este presente a ele.

Apesar da diferença da idade era clara a relação de amor dos dois.

Ele saiu do banho deitou entre nós duas, olhei para ela e perguntei se valeria tudo ( não queria de forma alguma provocar ciúmes, ou ultrapaçar limites), mas estava tudo liberado.

Esqueci que havia uma esposa me observando, fui beija-lo, beijos sem pudor, seu pau já estava duro, ele loiro de olhos azuis, pegada boa, esfregava seu pau nas minhas coxas já louco para meter, ele abriu minhas pernas e mergulhou sua deliciosa boca em meu bucetão já todo melado de tesão, eu ainda estava vestida com uma malha toda preta com abertura no meio das pernas ela foi tirando meus sapatos, ela pediu para mim ficar toda peladinha para ele, e assim foi feito.

Agora era minha vez de chupar seu pau até me engasgar, ela observava bem de perto tudo de todos os ângulos, ela perguntava a todo momento a ele se ele estava gostando,ele dizia que sim, dizia que eu era muito gostosa, que tinha bucetão do jeito que ele desejava.

A primeira metida dele foi no papai mamãe com nossas bocas grudadas em longos beijos, eu sentia um imenso prazer, e o fato dela estar observando bem de perto o cassete do seu marido entrando em mim não me incomodava em nada, só me dava mais prazer fazer seu maridinho ter prazer e ela também.

Ficaram surpresos quando ofereci meu rabinho a ele, não esperavam por isto, mas eu queria e desejava por isto, o gato era sedento de fodas longas, intercalando metidas com carinho e outras fortes atendendo meus pedidos.

Primeira gozada na minha boca, mais uma vez eles se surpreenderam, ele adorou, ela não acreditou no que havia visto.

Pausa para conversa, eu e ele deitados com a cabeça apoiada nela e ainda trocando carinhos, o que logo nos deixou excitados novamente...mais uma longa trepada, meu rabo sendo muito fodido, ela olhando muito de perto o entra e sai do cassete em mim, várias posições, beijos na boca, eu chupando seu pau, ele a minha xota, e desta vez na hora no gozo ele arrancou a camisinha e melou minha bundinha.

Paramos para um longo papo e para nos preparar para irmos embora, mas eu ainda tinha tesão em foder com ele, mais uma vez ela deitada entre nós dois ele com o dedo no meu grelo e eu acariciando seu pau gostoso, pedi para foder novamente, fizemos algumas posições extravagantes, digamos que até inéditas para mim, ele metia de todas as formas em mim, revezava meu cu com minha buceta, quando senti que ele já estava exausto,,,chupei seu pau e mais uma vez tomei sua porra.

Fomos embora após 3 horas de muita foda.

Espero ter dado um bom descanço para a esposa e muito prazer para o maridinho.

sexta-feira, 18 de maio de 2012

VIDEO CASEIRO


Estava há alguns dias sem tranzar, pois estava  naqueles dias, mestruada e cheia de tesão.
A cada ligação que recebia e tinha que negar o encontro o tesão e o desespero de querer fuder e não poder me deixava subindo as paredes, o jeito era me divertir assistindo vídeos que recebia de um amigo vitual.
Ficava louca a cada vídeo que recebia, ver aqueles paus fudendo bem gostoso as putinhas e eu ali só de espectadora, sentia cada sensação a cada metida que assistia e sofria por não poder fazer nada real.
Meu amigo virtual sabendo das minhas preferências, passou a me enviar vídeos caseiros, simplesmente enlouquecedores, e a visão da porra recheando aquelas bucetas me fazia pirar todas as tardes e todas as noites destes quatro dias que duraram minha reclusão, ia para cama excitadíssima e me masturbava muito.
Após quatro dias de tortura, minha buceta estava zeradinha só esperando meu primeiro cliente, e ele veio diretinho de SP.
Fomos para o motel e me entreguei ferozmente a um grande beijo, ele foi para o banho e eu para cama, ele se deitou e me deu a melhor chupada dos últimos tempos, quase gozei na sua boca, os corpos se atraíram como dois grandes imãs extremamente energizados de muito tesão.
Puxei-o para cima de mim, ele mesmo que com muito tesão esfregava seu pau lentamente na entrada do meu bucetão, eu não conseguia me manter de olhos abertos, fechava-os para potencializar ainda mais aquela sensação gostosa que agora era real, não mais um filminho amador.Em uma destas passadas de pau na minha buceta, puxei-o para mais um grande beijo, e maliciosamente levantei meu quadril fazendo que seu pau me penetrasse; êxtase total de ambos, sentia tanto como ele um grande tesão, a buceta encharcada e aquele pau num entra e sai bem vagaroso na minha xota, por alguns instantes ele metia forte lá no fundo e ficava paradinho..delicia
Entre um delírio e outro do meu prazer falei que queria gravar aquilo tudo, que não queria mais gozar assistindo o filme dos outros e sim com o meu próprio, ele parou um instante, me olhou e falou se eu estava realmente falando sério a este respeito, e é claro que eu estava falando sério.
Pegou seu Iphone, e continuamos nossa brincadeirinha, agora com quase tudo sendo registrado, a ideia deixou-o ainda mais excitado, ele nunca havia feito isto com ninguém, registrava seu cassete entrando na minha buceta, no meu cu, colocava na minha xota para molhar o pau e voltava pro meu rabo, fizemos em gostosas posições, de quatro, de frente de bruços  e de ladinho...na hora exata do gozo o celular foi largado ao lado de nossos corpos, e os gemidos fortes tomaram conta do quarto.
Como ele estava com seu net book resolvemos naquela hora passar para meu e-mail, seria perigoso ter estes filmes em seu celular, enquanto ele fazia isto, fui tomar meu banho para ir embora.
Achei que iria embora, ele veio por traz me fez debruçar na cama, e ele de pé me fudeu bem forte revezando cu e buceta.
Em minha frente em cima da cama estava o Iphone, peguei-o e filmei seu pau entrando em mim nesta posição, a imagem era maravilhosa.... recebi porra no  rabo.
Mais banho, nos arrumamos e fomos embora.
Cheguei em casa e muito curiosa fui ver os vídeos que estavam no meu e-mail, que pena o último e melhor que eu mesma havia filmado não veio, mas confesso que me masturbei duas vezes assistindo os outros... mesmo faltando o mais gostoso que era ver a porra escorrendo na minha buceta algo que não aconteceu, foi muito excitante ver um pau fudendo minha buceta e cu encharcados.

Total de visualizações de página